A Maçonaria

De caráter essencialmente filosófico, filantrópico e progressista, a Ordem mais antiga do mundo a “MAÇONARIA”, ao longo dos séculos, propaga e incentiva a busca da felicidade por meio da elevação espiritual, pela paz e pela tranquilidade da consciência.

É filosófica porque em seus atos e cerimônias tratam da essência, propriedades e efeitos das causas naturais. Investiga as leis da natureza e relaciona as primeiras bases da moral e da ética pura.

É filantrópica porque não está constituída para obter lucro pessoal de nenhuma classe; pelo contrário, suas arrecadações e seus recursos se destinam ao bem-estar do gênero humano, sem distinção de nacionalidade, sexo, religião ou raça.

É progressista porque, partindo do princípio da imortalidade e da crença em um Princípio Criador Regular e Infinito, não se detém a dogmas, convenções ou superstições. Não impõe obstáculo algum ao esforço dos seres humanos na busca da verdade, nem reconhece outro limite nessa busca senão o da razão com base na ciência.

É Religiosa porque aceita em seu quadro de obreiros homens de todos os credos e/ou religiões.

Maçonaria e Religião

Maçonaria não é uma religião, nem tampouco sua substituta, todavia o princípio básico para que algum candidato possa ingressar à Ordem é que ao menos creia em um Ser Supremo. A Maçonaria também não fornece nenhum sistema de fé própria.

O Ser Supremo

Os nomes usados ​​para o Ser Supremo permitem aos homens de diferentes credos juntarem-se em preces e orações (a Deus como cada um vê-lo), sem os termos da oração causando dissensão entre eles.

Volume da Lei Sagrada

A Bíblia, referida por Maçons como o Volume da Lei Sagrada, está sempre aberta em todas as reuniões Maçônicas.

Maçonaria apoia Religião

A Maçonaria está longe de ser indiferente à religião. Sem interferir na prática religiosa que espera que cada membro possa seguir sua própria fé, e colocar acima de todos os outros direitos seus deveres para com Deus (por qualquer nome, ele é conhecido, Jeová, Javé etc.). Seus ensinamentos morais são aceitáveis ​​para todas as religiões. Concluímos que a Maçonaria é, portanto, um defensor da religião.

Pré-Requisitos
para Admissão

A admissão à Maçonaria está acessível a todos os homens livres, sem limitações quanto à raça e nacionalidade, desde que gozem de reputação ilibada e que sejam homens íntegros.

As informações sobre como fazer parte da Maçonaria serão fornecidas ao candidato, em entrevistas e em reuniões com um Mestre Maçom.

Sua solicitação será acolhida favoravelmente por uma Loja Maçônica, tendo como base as conclusões sobre sua vida pregressa, sua conduta no lar e no mundo dos negócios, bem como o seu desempenho nas entrevistas com um Mestre Maçom.

Nenhum candidato, por melhor que seja, poderá ser recebido na Maçonaria, sem o consentimento de todos os Maçons. Se alguém fosse imposto à Maçonaria, poderia causar desarmonia ou perturbar a liberdade dos demais Irmãos, o que sempre será evitado.

É verdade que existem pré-requisitos para o candidato ser admitido, e são embasados nas normas de conduta deste perante a sociedade.

A aceitação do pedido de filiação está particularmente ligada na própria declaração de motivos do candidato. A Ordem almeja que o candidato seja sincero perante sua própria consciência, inicialmente, por ocasião do preenchimento do pedido de filiação.

Se o interessado não for sincero desde o seu pedido de filiação, certamente estará enganando a si próprio e, provavelmente, não persistirá no caminho da perfeição e não obterá resultados reais em conhecimento e desenvolvimento.

Solicite sua Afiliação

A Ordem Maçônica é composta por homens adultos de reputação ilibada e integridade moral, os quais acreditam na existência de um Ser Superior. Não existem quaisquer restrições quanto ao grupo étnico ou social.

Este pedido de filiação é uma manifestação de vontade do candidato em se unir à Ordem, mas sua aceitação só será possível após entrevistas com um Mestre Maçom, bem como com o consentimento de toda a Irmandade, que votará à sua admissão levando em consideração a conduta e os bons costumes perante a sociedade.

A sinceridade no preenchimento é muito importante, e a Ordem espera que o candidato seja honesto perante si mesmo.

É maçom?

Crê num ser supremo?

Por que deseja se afiliar?